9.4.11

Café

"Negro como o diabo
Quente como o inferno
Puro como um anjo
Doce como o amor”
                                     Talleyrand 

Um comentário:

Malu disse...

Uauuuuuuuuuu!!!
A melhor descrição que já vi sobre o café! Vou raptá-la...
Um grande abraço